Medidas de Combate à Procuradoria Ilícita e cooperação com as Entidades Públicas

Durante os próximos meses esta candidatura visitará e reunirá com as direções das várias repartições públicas, Finanças, Conservatórias, Cartórios, Tribunais e outros agentes da justiça por todo o Algarve com as quais trabalhamos diariamente na nossa vida profissional.

Estas visitas têm como objectivo primordial, ouvir as entidades e dar a conhecer o nosso projecto de reforço das relações institucionais, da defesa dos actos próprios dos advogados e o combate à procuradoria ilícita onde esta é, regularmente, praticada sem que haja um controlo da mesma.

Dotar estes organismos de mecanismos de contacto directo com a OA, de procedimentos de denúncia e formação sobre o que são os actos próprios de Advogado, será um passo muito importante na defesa da nossa profissão e da nossa classe.

Assim sendo, na passada terça-feira já reunimos com a Sra. Chefe das Finanças de Loulé 1 que teve a amabilidade de receber-nos e a quem transmitimos as nossas ideias, oferecemos colaboração para que no futuro, e em conjunto com as Delegações e a comissão de procuradoria ilícita, o Conselho Regional de Faro consiga ter uma mão firme e uma acção eficaz no seu combate.

O CRF tem de reforçar as relações com estas instituições, criar pontes de contacto, de esclarecimento aos funcionários e denúncia de ilegalidades, trabalhando em colaboração com as delegações para que a nossa profissão seja respeitada e defendida eficazmente contra os ataques diários a que é sujeita.

Um controlo apertado e eficaz por parte destas entidades e do CRF, fará com que a Advocacia seja melhor e mais respeitada, evitando assim que outros agentes cometam actos ilícitos e uma concorrência desleal.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *